Conheça Muna uma artista incrível.

20 junho 2017

Muna me surpreendeu com a sua arte, em especial com os traços despojados e ao mesmo tempo tão elegantes que ela produz, e um talento inigualável para a moda. Em sua página no Tumblr você pode conhecer mais do quanto Muna é grata com as pessoas que gostam de seu trabalho, em especial a representatividade que ela transmite com sua arte.
Seguidor: "Tudo o que eu precisava ver era que você tinha uma tag completa chamada personagens de POC(Pessoas de Cor) e ai fodidamente cliquei no botão de seguir"
Muna: "Como uma poc, um dos meus maiores objetivos era desenhar personagens que se parecessem a mim e aos meus amigos e familiares. Você não pode esperar pela mídia para representá-lo, às vezes você só tem que fazer você mesmo !!!! Estou feliz que você goste dessa tag!"
Conheça aqui um pouco desse trabalho tão maravilhoso.
Uma publicação compartilhada por muna (@munadraws) em
Uma publicação compartilhada por muna (@munadraws) em
Uma publicação compartilhada por muna (@munadraws) em
Uma publicação compartilhada por muna (@munadraws) em
Uma publicação compartilhada por muna (@munadraws) em
Uma publicação compartilhada por muna (@munadraws) em
Não deixem que curtir a Muna no Instagram, e seguir no Twitter e Tumblr.
Então é isso, espero que tenham gostado.
XoXo***

Como reparar cabelo quebradiço

15 junho 2017

Tutorial rápido aqui, de uma bruxaria que salvou a vida dos meus cabelos por um bom tempo.
Já faz um tempo que mudei a cor dos cabelos de Roxo para Lilás, e não foi fácil, tive que descolorir 4 vezes meu cabelo, por ser muito comprido, e por ter dificuldade de ser descolorido.
E tudo isso foi quase que finda-lo, meu cabelo embora não tenha ficado elástico, ficou extremamente quebradiço, não conseguia move-lo sem o deixar marcado ou até mesmo quebrar vários fios de uma só vez. Quando o desespero bateu, comecei as pesquisas, e encontrei essa dica de vó que é tiro e queda. Não tem segredo, nem precisa gastar muito, gastei R$5,00 reais apenas.
O antiquado e milagroso Vinagre de Maçã, basta diluir o vinagre em água e voilá.
receita vinagre de maçã
A minha receita é: 10ml de Vinagre de Maçã em 100ml de Água.
Modo de preparo: Misturar bem ambos os ingredientes.
Modo de usar: Lave seus cabelos normalmente, com eles ainda úmidos passe o líquido em todo o cabelo(sim pode passar até mesmo na raiz), umedecendo ainda mais os fios, espalhe bem. Espere agir por 15 minutos(ou 20min), após esse tempo retire o produto enxaguando abundantemente.
Cabelos muito danificados: 1 vez na semana.
Cabelos em processo de recuperação: 2 ao mês.
Cabelos no fim do processo: 1 ao mês,
Para cronograma: 1 a cada 2 meses, ou 1 vez ao mês.
O procedimento é intenso, portanto não deve ser usado demais, ou ele pode prejudicar a saúde dos seus cabelos.
Então é isso, espero que gostem ^^
XoXo ***

Resenha: A Guerra que Salvou a Minha Vida

29 maio 2017

Já tem um tempo que anunciei a nova parceria literária aqui do blog, com a divonica e maravilinda Editora Darkside Books, e logo em seguida eles me enviaram esse livro, porém como mencionei no post passado, tive vários problemas que me impediram de publicar antecipadamente a resenha, porém aqui estou, atrasada porém determinada.
Então vamos ao que interessa...
Sinopse: "Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando."
Título: A Guerra que Salvou a Minha Vida
Autor: Kimberly Brubaker Bradley
Editora: DarkSide Books
Páginas: 240
Encontre em: Saraiva, Amazon, e Submarino.
Ada é uma menina de aproximadamente 10 ou 12 anos, que mal lhe cabe um sobrenome, cresceu vendo sua vida passar por detrás de uma janela, como uma prisioneira condenada a sempre ver o sol nascer quadrado, condenada a algo semelhante a um esgoto em Londres, onde viviam. Isso tudo poque a pequena tinha o pé torto, e assim conheceu o pior lado que uma humanidade pode mostrar.
Sua mãe a tinha como algo abominável, uma maldição em sua vida, e Ada nunca se opusera a isso, aceitava que não seria mais que um estorvo, mas talvez aquela mulher pudera ama-lá, pudera?
E quando tudo parecia que não poderia piorar a guerra se aproxima, sua cidade entra em alerta e muitas crianças ganham a chance de se salvarem, o irmão de Ada, Jamie de 6 anos, ganha essa oportunidade, ela ganhou um desafio, de encontrar-se mais uma vez com a guerra em sua própria casa, ou fugir dela sobre passos dolorosos, pois para Ada, a guerra já estava em seu coração.
A guerra trazia terror a todos, mas para Ada e seu irmão Jamie, fora diferente, lhes trouxe uma curiosa mulher, com uma história de vida triste, e que também precisava de uma fagulha de esperança. E assim começa a história dessas três pessoas tão diferentes, passam a aprender uns com os outros, a respeitarem seus piores pesadelos e apreciar o menor dos deletérios, e o melhor de tudo, superar os seus temores. Encontram não só dentro de si, mas nessa nova família uma fortaleza.
O que será o maior dos desafios de Ada, encontrar a aceitação, o respeito, e o amor próprio. Pudera ela tão insignificante merecer amor, carisma, um teto, roupas novas. Coisas que para qualquer pessoa parece tão comum, isso quando não se tem a própria natureza devastada.
A Guerra que Salvou a Minha Vida, é um livro de leitura dinâmica, que envolve o leitor a partir do primeiro parágrafo. E quanto mais se lê, mais ele mostra a verdadeira face da humanidade, Ada, uma criança que foi submetida a maus tratos e humilhações por toda sua vida, o irmão Jamie, que não teve educação, ou quaisquer zelo mínimo pelos pais, a Mãe abandonada pelo pai das crianças, julgava as crianças um fardo de um erro do passado. Todos vivendo sem qualquer dignidade.
Mesmo aqueles que viveram rodeados de amor, conheceram a dor que a vida pode nos trazer, como a Sr. Susan, e sua falecida companheira, com quem dividiu sua casa e seus sonhos, pode sentir o quanto, a falta de afeto pode transformar pessoas. O livro mostra bem o quanto o preconceito pode ser destrutivo, como um veneno disfarçado pelos bons costumes. Tudo isso em volta de uma guerra, que vem dificultando a vida de todos. 
Não pude conter as lágrimas que percorreram meu rosto a todo momento enquanto lia o livro, queria invadi-lo e dizer o quanto Ada merecia cada nascer do sol, cada xícara de chá, seria tudo mínimo a incrível força e personalidade que ela tinha. Ada despertou em mim a angustia que alguém pode sentir ao ser tão desprezada. Despertou em mim a força que posso ter no pior dos momentos. É um daqueles livros que te mostra o horror mesmo sem haver inimigo algum. E com certeza um daqueles livros, que não te deixa perder a esperança.
© Sexo, Fraldas e Rock'n Roll - 2012. Todos os direitos reservados. Criado por: Paola Natasha C. Fernandes. Tecnologia do Blogger.